quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

FETESP RESUMO DOS JAIS TAEKWONDO

Bom dia turma esse é o relatorio da FETESP sobre os jogos e posso dizer que o mesmo dá uma margem do que varios atletas enfrentaram nos dias do Taekwondo bem realmente quem participou da licitação da locação dos equipamentos no minimo deveria ser cobrado sobre equipamentos com vida util vencido e poucas meias.

















A participação do Taekwondo nos 78º Jogos Abertos do Interior foi recorde de participação dos municípios, sendo 14 na 1ª divisão e 35 na 2ª divisão.

O primeiro grupo de arbitragem chegou às 15h do dia 24 de novembro no comitê dirigente do 78º Jogos Abertos do Interior, em Bauru, para iniciar os primeiros preparativos para o congresso técnico especifico.

O segundo grupo, chegaram às 17:30h nas dependências da ADPM para os preparativos, visando a realização do congresso técnico especifico.

No inicio do congresso, às 18h, foi passado a lista de presença para os representantes dos municípios e foi executada a chamada nominal dos atletas, após esses dois principais feitos o interlocutor da modalidade Grão Mestre Yeo Jun Kim abriu o congresso oficialmente, apresentando o supervisor da modalidade professor Augusto Daniel e seu assistente professor Carlos Bonini (Cacá) que nos acompanharam nos dias das competições.

O professor Augusto Daniel explicou sobre as regras do Jogos e os procedimentos da competição, além das exigências da SELJ, após passou a palavra para o árbitro Ronivaldo Silva Pereira que de inicio informou regras específicos da modalidade, o problema com as meias do sistema do PSS Daedo, no qual os atletas deveriam adquirir para uso próprio. Lembramos que o caderno do encargo da modalidade diz um mínimo de doze (12) pares de meias disponíveis e cinco (5) pares de coletes para cada área. Com a intervenção do Professor Augusto, a promessa do fornecedor foi de que, teriam meias do sistema disponíveis no dia seguinte.

Ainda, explanado procedimentos do recurso e comissão julgadora que se formou da seguinte forma: Árbitros Ronivaldo Silva Pereira, Suellen Rodrigues Silva e Sérgio Garcia Gil, além dos municípios de Suzano e Santos como efetivos, São José dos Campos como primeiro suplente e Mogi das Cruzes como segundo suplente.

A pesagem foi aberta logo após termino da conferencia nominal dos atletas pelos seus representantes, das categorias -68kg e +80kg no masculino e -57kg e +67kg no feminino das duas divisões que lutaram no dia 25 de novembro, com duração de uma hora e, sempre entrando na sala de pesagem de dois em dois municípios para maior clareza. Especificamos ainda, o horário das 13:00h às 14:00h a pesagem no dia 25 de novembro para os atletas que lutariam no dia 26 de novembro.

Solicitamos ao responsável pela aparelhagem de som que o mesmo estivesse pronto às 7:45h, e ao fornecedor do PSS Daedo True Score com o material contratado para inicio às 8:00h como definido no congresso especifico e boletim dos Jogos.

Um grupo de arbitragem ainda permaneceu até 22:20h na ADPM para a confecção das chaves de lutas, súmulas, acompanhamento das montagens das áreas e demais preparativos para o dia seguinte.


1º dia de Competição (25/11/2014)
A equipe de arbitragem acompanhados pelos supervisores, chegamos no local da competição às 07:30h e encontramos as áreas molhadas devido à forte chuva da noite anterior, informamos à equipe médica que já se encontrava no local, checamos o sistema de áudio que estava pronto, porém houve um atraso de 30 minutos para inicio das lutas, devido a falta de cabo de energia e dos materiais fornecidos pela PSS Daedo True Score.

No primeiro dia de competição as lutas iniciaram às 8:35h parcialmente nas categorias feminino -57kg e masculino -68kg, divididas em duas áreas (primeira divisão e segunda divisão).

O inicio das pesagens das categorias 49kg e -67kg no feminino e -58kg e -80kg no masculino estava marcada às 13:00h, onde as balanças foram retiradas e após de 40 minutos fornecida apenas uma balança, gerando um atraso e reclamações dos atletas e técnicos, a pesagem do feminino foram encerradas 15:24h.

O primeiro dia de competição, foi encerrado às 18:25h com 81 lutas (os resultados parciais foram fixados na parede para os participantes pudessem acompanhar) e o primeiro dia foi marcado pelos atrasos causados pelo sistema PSS Daedo True Score, que tiveram inúmeras falhas nos transmissores, controles, receptores, coletes gastos e nos computadores numa quadra que realizou apenas 10 lutas até 13:00h. Além das meias que foram fornecidas em quantidades menores, onde tivemos sérios problema causando até a vinda do chefe dos Jogos no ginásio.

2º dia de Competição (26/11/2014)
Tivemos 94 lutas em um dia só, novamente encontramos o local de competição molhado por causa da chuva, como realizado no primeiro dia novamente enxugamos e após iniciamos as lutas às 8:10h.

No segundo dia de competição o sistema fornecido, Daedo True Score, se apresentou mais estável, houve reclamações e rejeições de vários atletas sobre o estado de alguns protetores de tórax disponibilizados, além dos pisos de borracha que não é especifico para o Taekwondo.

Na categoria -58kg na primeira divisão, houve um problema onde o atleta desclassificado na pesagem participou da competição, mas o caso foi solucionado juntamente com os interessados, o supervisor da modalidade e seu assistente, sendo resolvido que: iriam realizar novamente algumas lutas da chave, desclassificando o atleta do município de São José dos Campos, a respeito deste caso, precisamos disciplinar para preservar bom nome da modalidade junto a SELJ sem prejudicar os interesse do município ou atletas.

O segundo dia de competição foi encerrada com as premiações às 17:30,  agradecendo todos os participantes e organizadores que nos ofereceram mais esse grande evento.

Agradecemos o Governo do Estado de São Paulo, Secretaria de Esporte Lazer e Juventude, Município de Bauru e todos envolvidos, inclusive os motoristas que nos acompanham no trajeto ao alojamento.

Relatores: Arbitro Donizetti Reinaldo da Silva e Ronivaldo Silva Pereira

CLIQUE AQUI e confira os resultados individuais e geral 


segunda-feira, 24 de novembro de 2014

LOCAL - ACADEMIA RED TIGER PROMOVE SEMINÁRIO

Bom Dia turma






A Academia Red Tiger promoveu o primeiro seminário de Poomsae com mestre Evandro Cesar 6º Dan da modalidade e técnico da seleção Brasileira de Poomsae, no primeiro dia começamos a ver as explicações sobre o formato de competição e como funciona as regras de Poomsae competitivo.Tivemos apresentação no primeiro dia até as 23:15 aproximadamente.
O segundo dia começou as 09:00 da manhã e com a parte pratica de todos os Poomsaes de coloridas com algumas coreções de literatura vimos algumas grandes diferenças do nível que conhecemos ao nível exigido pelo padrão internacional de Poomsae.

No termino da parte pratica de coloridas tivemos a parte teórica sendo que foi falado da historia dos Poomsaes de preta que teve uma serie de coisas interessantes sobre a matéria, depois fizemos uma pausa para seguirmos para parte final que foi para mim uma das melhores do seminário os Poomsaes práticos de Dan que foi do Koryo ao Chow kwon no domingo além do mestre Evandro tivemos a presença do Ms Fabio da Fly Kicks que foi ao mundial deste ano ele falou um pouco sobre sua experiência de atleta de seleção e se apresentou no final junto com o professor Felipe Bulhões no termino dando uma pela demosntração do Koryo Poomsae (Preta 1ºdan) e o de Vermelha realmente como atleta de taekwondo vi que no Poomsae te abre um mega leque de opções posso dizer com todas as palavras que a cada dia renasço dentro do Taekwondo pois mesmo mestre não posso dizer que já aprendi tudo mas sim estou num eterno aprendizado.
O seminário contou com 15 atletas nos dois dias tivemos uma grande recpção da equipe da Red Tiger com kitutes e refrigerante nos dois dias todos que foram realmente aprenderam muito.



Fico realmente feliz pelo seminário digo a todos que não foram realmente perderam ensinamento de qualidade.

terça-feira, 18 de novembro de 2014

OPINIÃO - PROCURA-SE O TAEKWONDO DE PRAIA GRANDE NO JAI

Bem fechamos mais um ano sem ver o Taekwondo de Praia Grande nos Abertos, bem como atleta posso dizer diversas coisas, como erros nos planejamentos com o Taekwondo Local, falta de preparação de atletas e debandadas.Nem vou falar de desunião entre a Prefeitura x academias x associações.

Não somos donos da verdade mas falar que a volta do passado é a solução...infelizmente a única coisa que mudou de 2010 para cá só foi a comissão técnica que é a mesma de 2010 que dizia que com 2 atletas garantiria a vaga pros abertos daquele ano que não foi o que aconteceu, além de 2 atletas os mesmos tiveram uma cadeira vazia como comandante daquele ano.

No ano seguinte e o ultimo de uma gestão amadora teve até uma seleção quase completa tanto no masculino como no feminino..nem merece comentarios, pois foi a ultima dessa mesma gestão de hoje.

Acredito que dentro das academias da cidade tem atletas em nivel A, parceirias com as mesmas seria o ideal mas conhecendo nosso Lider Local é mais fácil ficar preparando os novatos bolsistas que são obrigados a treinar junto ao povo da inicialização sobre promessas e o fantasma de retirada de bolsas se não colaborarem são cortados.


Vi nesse meio tempos alguns atletas se articularem de maneira indepedente tanto que hoje temos Praiagrandenses entre os tops 10 da CBTKD sem nenhum auxilio de $$$ publico como o fazem...mágica, emprestimo bancario, paitrocinio.....esse de forma silenciosa mostram o quando dói a falta de reconhecimento e apoio dentro de uma cidade que tem estrutura olimpica, mas coordenação amadora, mas que de forma lenta e oculta vem fechando parcerias com um tecnico de seleção Brasileira o que mostra um certo amadurecimento tecnico.


Vamos esperar....pra ver o que acontece a pergunta é será que vamos ter atletas em 2015 em alto nivel, ou vamos esperar pra ver os que ainda tem, buscando outras cidades para competir....realmente o que pode acontecer ou não....vamos ver o que dá.


Aos atletas desejo uma boa sorte em suas escolhas e a coordenação que faça boas escolhas e recoloque o brilho de PG nos Abertos em 2015.


OPINIÃO MARÉ DE MUDANÇAS NAS ENTIDADES DE TAEKWONDO?

Boa tarde guerreiros.


Lendo uma postagem da Liga Pernambucana de TKD vi uma cartão de uma autoridade da CBTKD sobre uma junção ou filiação, busquei mais informações junto a CBTKD  e até agora não recebi resposta, em conversa com o sr Ronivaldo Silva membro da FETESP e ele me mandou um belo resumo.E na sequencia a carta publicada na Liga Pernambucana.


Justifica-se este documento pelo simples fato de o TAEKWONDO estar sendo regulamentado por entidade que exclui cerca de dois terços dos praticantes da modalidade , sem uma clara justificativa. Quando se diz que as entidades são autônomas , corre-se o risco de termos que conviver com sonhos perdidos por falta de oportunidades. A intenção não é de excluir ou desregulamentar . Apenas é de ter o esporte para quem ele é realmente feito.

Dispõe sobre fiscalização e diretrizes para não exclusão de atletas, árbitros, técnicos e demais de esportes com origem marcial e de lutas e formas denomidado TAEKWONDO.



Decreta e Estabelece que a partir da publicação deste fica acertado que as confederações, federações, ligas e associações de esportes marciais interestilos e ou não, olímpicos, paralímpicos ou não ,assim como seus regulamentos e procedimentos , e também seus filiados e ou não , ficarão sujeitos às fiscalizações e normas de Órgão Nacional Regulamentador criado para não permitir que exclusões de pessoas , seja de qual idade ou quaisquer condições , aconteçam sem que lhes sejam dadas as oportunidades de participar das modalidades sem abusos e sem normas que lhe tragam quaisquer prejuízos por oposições sem uma clara e justa votação conforme suas divisões de funções.
Estabelece também que:


1-os regulamentos específicos internacionais de lutas e formas, deverão ser amplamente divulgados e esclarecidos em locais de fácil acesso a qualquer momento que solicitado por qualquer interessado na modalidade; em língua nacional e de origem.


2-os seminários, cursos e afins, deverão ser TODOS, abertos a quaisquer interessados que estejam aptos mesmo que de outras federações, ligas , associações e confederações, sem dificuldades ou discriminações e certificados no mesmo dia com os certificados entregues imediatamente aos seus finais.


3-os valores cobrados referentes às taxas de mensalidades, exames, carências, seminários, cursos, inscrições em eventos, periodicidades , validades, quantidades , bem como as participações em eventos fora e dentro país, deverão ser discutidos da seguinte forma : 4 integrantes de associação de atletas, 2 integrantes de associação de árbitros, 2 integrantes de cada federação local quando o objeto for estadual ou nacional. As associações deverão ser informadas com 40 dias de antecedência de cada assunto a ser analisado de forma ampla e clara para que todos possam participar com seus representantes sem danos a quaisquer. Os representantes não poderão ser os mesmos em duas assembléias consecutivas e deverão levar consigo à assembleia, ata com a votação e nomes com assinaturas e identificação de todos que optaram pelas presenças dos eleitos e que se registre e analise. Os custos nacionais para as viagens dessas assembléias deverão ser exclusivamente do órgão nacional específico da modalidade de maior expressão que regulamente ranking nacional. Essas assembleias deverão acontecer de forma estadual quando as questões forem estaduais, e nacionais quando os assuntos forem nacionais, podendo analisarem assuntos estaduais e nacionais em uma mesma reunião , desde que, como se refere acima, seja difundida de forma ampla e clara para que todos possam escolher suas idas ou não. Quando , as federações, ligas ou associações, se absterem de participar, deverão anunciar suas renuncias a seus direitos e será eleito mais um árbitro e mais um atleta independente de origem para que representem essa ausência . Todos os assuntos deverão ser tratados da mesma forma , inclusive os ranqueamentos. Ainda sobre os valores, deverão ser ajustados à realidade da modalidade e do País, conforme os representantes eleitos achem necessário.


4-independente da quantidade de federações por Estado, cada unidade federativa poderá ter seus eventos independente de acordos com outras federações, mas sem em qualquer momento impedir que atletas, árbitros , técnicos e afins dessas outras, participem como convidados para poderem almejar postos ou classificações maiores, e que os seus sejam proibidos de ir às outras.


5-que cada entidade que não queira se submeter às condições aqui estabelecidas , terão seus direitos preservados como entidades , mas que não poderão proibir seus filiados de participarem dessas regulamentações sejam de quais formas forem, desde que licitas


6-que todo e qualquer praticante que em algum momento fizer parte de projeto de inclusão social, esportiva com patrocínio público,do Governo ou incentivos fiscais não poderão de forma alguma serem cobrados por taxas de exames, graduações ou similares, até sua formação . Devendo apenas custearem seus cursos e seminários quando for de interesse pessoal .



OPINIÃO FEDEREÇÃO DE JUDO PROIBE ATLETAS A PRATICAREM OUTROS ESPORTES

Boa tarde guerreiros.

Até parece mentira o que vou escrever aqui agora mas é a mais pura verdade, quem diria que o poderoso Judo faria uma dessas.

No minimo isso vai causar um grande constrangimento junto a modalidade, falando no minimo é uma observação preconceituosa do entidade e seus dirigentes.


To copiando uma nota da revista digital Gracie Magazine...



Travis Stevens, casca-grossa no judô, competiu na Copa Pódio de Jiu-Jitsu. Foto: Gustavo Aragão/GRACIEMAg
Travis Stevens, casca-grossa no judô, competiu na Copa Pódio de Jiu-Jitsu. Foto: Gustavo Aragão/GRACIEMAg
Uma notícia surpreendeu a comunidade do Jiu-Jitsu nesta segunda-feira, dia 17. Por e-mail, a Federação Internacional de Judo (IFJ), informou que atletas ranqueados no judô não podem mais participar de torneios internacionais de outros esportes, incluindo o Jiu-Jitsu.
A notícia foi recebida com espanto por lutadores de Jiu-Jitsu. Léo Leite, faixa-preta de Jiu-Jitsu campeão mundial, que é oriundo do judô, definiu o caso como “retrocesso no judô”, enquanto André Galvão e Vitor Shaolin também se manifestaram contra a decisão.
A informação em nota oficial, assinada pelo secretário geral da federação, Jean-Luc Rouge, diz o seguinte: “Qualquer judoca classificado no ranking da IFJ não está autorizado a participar de nenhum torneio internacional de nenhum esporte, a não ser de judô, salvo em específica autorização da IFJ.”
E você, leitor, o que acha da decisão de restringir os judocas de competir no Jiu-Jitsu?  Comente conosco!

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

CBTKD - EDSON JUNIOR NA COPA DO BRASIL

Bom dia turma.

Infelizmente o Edson não foi campeão na Copa do Brasil  ele ficou em 3º colocado, segundo colocado na ranking da CBTKD o jovem atleta buscou uma boa colocação no evento para voltar ao topo da categoria.




Deixamos nosso salve ao atleta e ao mestre Rodney  Saraiva que vem tirando leite de pedra e transformando muitas vidas de pessoas com seu projeto lá no Guarujá.

CBTKD - RANKING OUTUBRO

Resumo do ranking da CBTKD com nomes de atletas moradores de Praia grande

Masculino

Sub 21 masculino
Gustavo Marçal na categoria 63 kilos 32º lugar
Daniel Santos na categoria +87 kilos 9º lugar

Juvenil
Edson Junior categoria +78 kilos 2º Lugar

Cadetes
Nathan Cesar Torquato categoria  até53 kilos 5º lugar

Feminino
Jeniffer Gonçalves categoria até 73 kilos 13º lugar
Vanessa Novaes categoria até 46 kilos 27º lugar

Os rendimentos em posições comparadas a ultima atualização do ranking de Setembro os Atletas Daniel,Gustavo e Nathan subiram importantes posições e Jeniffer, o Edson desceram posições isso é super normal pois até atletas em nível olímpico não tem vida fácil no ranking exemplo o Guilherme Dias é só somente o 19º na categoria 58.

Quem não achei na categoria feminina foi a Renata que está afastadas das competições devido a uma lesão que apareceu foi a Vanessa no 46, espero ver mais atletas da cidade de Praia Grande configurados como tops 20 ou 10.

Os se por um acaso me esqueci de alguém nos avise para estarmos alterando.